Quem não sente não é filho de boa gente!

Photo: www.pedromelim.comOlá! Julgo que todos sabem o quanto amo os meus filhos, os meus pais e os meus irmãos. São, foram e serão os pilares da minha vida. Sem eles nunca seria feliz como sou. Vivo para os meus filhos, vivo com a felicidade de poder contar com o amor da minha mãe e dos meus irmãos, e sofro muito com o facto do meu pai já não estar por cá. É com uma enorme sinceridade que vos digo o seguinte, muitas vezes fico triste com alguns comentários que fazem a meu respeito. Seja aqui no blog ou nas redes sociais. Mas já sou crescidinha e a vida fez-me forte, consigo viver bem com tudo isso e seguir em frente sem qualquer mágoa seja a quem for. No entanto, confesso-vos, ainda não tenho e talvez nunca terei a capacidade para passar por cima de qualquer ofensa que tentem fazer aos meus filhos, à minha mãe ou aos meus irmãos. “Perco as estribeiras”, como se costuma dizer. Ai de quem tente fazer mal ou denegrir a minha família! Enfrentarei tudo e todos se for preciso, se depender de mim a eles ninguém lhes fará mal! Não sei se me entendem ou se concordam com esta minha maneira de ser. Mas é o que sinto, acredito que haja muitos portugueses com esta mesma maneira de estar. O políticiamente correcto é o registo que tento ter em qualquer situação mas não sou de ferro e muito menos perfeita. O certo é que dou um salto cada vez que sinto poderem estar a tentar agredir os meus, a minha querida família. Tenho sangue latino e somos muito unidos, apesar de não ser desculpa para qualquer reacção mais ríspida que possa ter tido em relação aos malucos (e até estou a ser simpática ao adjectivar estas pessoas neste formato) que tentam insultar quem me é tão querido. Sou genuína e sinto-me invariavelmente na obrigação de abraçar qualquer guerra quando os vejo ameaçados. Afinal, sempre ouvi dizer: “quem não sente não é filho de boa gente”. Percebem-me?

Beijinhos,

KA

14 Comments on “Quem não sente não é filho de boa gente!

  1. Sou igual Katia deve ser do sangue Madeirense a mim podem me fazer k vou suportando mas nao toquem no k mais amo na vida que viro leoa e
    é verdade sim o ditado é bem antigo “QUEM NAO SE SENTE NAO É FILHO DE BOA GENTE” e sei do k falas e concordo contigo mas deixa para lá que é como diz a musica “É SO INVEJA” beijinhos continua assim com a tua humildade e com esse amor pelos que amas que ha muita boa gente que te adora e sente um enorme orgulho em ti <3

  2. Ola tens razão nas tuas palavras,tens a felicidade de teres uma familia linda, teres um irmão maravilhoso,sabemos que há dito seres humanos que são ruins,mas não ligues continua o teu percurso de vida,sendo uma mãe a 100% irmã e filha..Eu sou mãe não sou figura pública e já passei por maldade de alguem,mas como tu dizes e bem quando é connosco nem ligamos, mas quando é com filhos ou familia é óbvio que podemos reagir mal,mas não ligues o universo dá a resposta..Gosto muito do teu irmão por ser o filho e irmão que é.muitas felicidades para a vossa familia muita linda sejam sempre assim..como se costuma dizer os cães ladram e a caravana passa muitos beijinhos..Saúde para todos.

  3. Não deixo de concordar que muitas das vezes quando alguém atinge os nossos, viramos feras e por vezes nem pensamos nos “tiros” que disparamos, na tentativa de acertar aquele ou aqueles que os magoam, mas também acredito que para certo tipo de “malucos” o melhor que se têm a fazer é mesmo o ignorar. Pessoas frustradas, de mal com a vida, mal amadas por norma em vez de arranjarem uma vida, preocupam-se com as dos outros, é assim, infelizmente vai ser sempre assim. Não podemos “dar ouvidos” a quem nos tenta deitar abaixo seja porque motivo for. Só temos uma vida e nela, temos que fazer de tudo para ser felizes, independentemente se agradamos ou não, há quem goste, e há quem nunca vai gostar, temos que nos preocupar sempre com a opinião daqueles que são realmente importantes para nós, aqueles que sabemos que podemos contar, todos os outros a melhor resposta é mesmo o silêncio. Há muitos anos já adoptei a filosofia do Cavalo nas paradas… Andando, Cagando e sendo aplaudida. Aconselho a todos a experimentar. Não se “mate” com quem fala mal de si e dos seus, se não fosse por uma coisa, iria ser sempre por outra, voces sabem o que valem, perder um segundo que seja com este tipo de gente… é tempo perdido!!!!!

  4. Otra vez la mala gente, se fuerte Katia y no prestes atención a lo que dicen, nadie te ayuda a ti o a tu familia sin tu proprio esfuerzo, quien te quiere está contigo y quien no es mejor pasar de ellos/ ellas, se feliz or triste solamente para los seres quetidos aunque yo te deseo la máxima felicidad del mundo y que no vuelvas a sentir la tristeza, eres valiente y lo seguiras siendo, fuerza y ánimo.
    Besos y abrazoz

  5. Minha Cara,
    Como eu sempre ouvi dizer “quem diz o que quer, ouve o que não quer”, portanto se o teu comentário foi deselegante, foi em resposta a um comentário depreciativo. E eu questio-me se podemos ser elegantes quando nos ofendem ou ofendem os nossos?!
    Eu nao entendo porque gostam tanto de criticar e humilhar ou outros, isso faz nos melhores?!
    Posso nao concordar com algumas das vossas escolhas, mas que tenho eu a ver com isso, ou que direito tenho eu para vos ofender e insultar?!
    Por circunstâncias da vida, a vossa vida tornou-se “pública” mas isso não é significa que tenham de “comer e calar” sobr tudo o que é dito sobre vocês.
    Quanto às constantes críticas de que sao sustentadas e tudo o mais pelo vosso irmao. Eu mais uma vez questiono.
    O que temos nós a ver com isso? Não é o nosso dinheiro, nem dos nosso descontos. Se eu podesse também ajudaria os meus irmãos, claro. E, se fosse ao contrário também não sentiria vergonha disso.
    Familia (quando é verdadeira) é assim mesmo.
    Por fim, voltando ao tópico do assunto. Poderias ter evitado a resposta, mas também a senhora deveria ter evitado o comentário.
    O politicamente correcto só serve quando não nos atacam, ou atacam ou nossos. Somos humanos, nao máquinas.
    Temos sentimentos e as palavras magoam a sério.
    Se queremos ser respeitados devemos nos dar em primeiro lugar ao respeito.
    Coragem às criticas que vao vir agora.
    Um bjo.

  6. Ola Katia ,em primeiro te quero dizer que não sou tua seguidora ,mas leio os meio sociais ,Mais uma vez vocês mostraram que a Família é bem unida bem aja ;acho que foi a proteçao de Família que falou mais alto e não te preocupes com as mas línguas ,talvez eu diria o mesmo que tu ou pior ,olha continua a ser a pessoa que és ,não tenho mesmo nada a dizer de uma Família que tem sido massacrada e que muito bem vocês lido Parabéns

  7. Bem, isto tudo de redes sociais é tudo muito bonito, mas a realidade é que muita gente vive à volta disto, porque não tem vida própria e tem de alguma forma, de ofender quem tem, por pura inveja. Isto é triste, mas no fundo nós também temos um pouco de culpa quando expomos a nossa vida não sabemos bem a quem e todos ficam a saber onde estamos, com quem estamos e o que estamos a fazer. Também tenho sofrido na pele esse tipo de situações mais desagradáveis do facebook e acho que, mesmo que uma pessoa tente mostrar o que temos de melhor, acho que nas redes sociais nunca o iremos conseguir fazer verdadeiramente, porque haverá sempre algum invejoso que deita por terra o que fazemos de melhor. Deus que é Deus, não agrada a todos e se não queremos que os invejosos deitem o seu veneno para cima de nós, o melhor mesmo é resguardarmos a nossa parte pessoal, para quem realmente interessa. No teu caso e apesar de não te conhecer, até simpatizo contigo. Acho que és uma lutadora quando na realidade nem precisarias de o ser. Não deves dar ouvidos a burros porque essas vozes não chegam ao céu e a única coisa que fizeste foi dar importância a uma pessoa que não a merece e agora ela deve estar a rir-se toda contente porque conseguiu irritar-te e tudo toda irritada, apetece-te bater-lhe. Tens de ser forte mesmo quando toca em questões familiares, porque o impacto de uma figura publica é bem maior que nós, comuns mortais. Não te chateies com mesquinhices e com gente sem vida!! Vive a tua intensamente. Sê sempre feliz!!! Beijinhos

  8. tienes toda la razon del mundo KATIA
    a mi me pasa igual , me siento identificada
    besiñosss y mucha suerte

  9. Olá Katia,
    Parabéns pelo artigo. Acho muito bem a sua posição. Hoje em dia, as pessoas pensam que por estarem atrás das teclas podem dizer tudo, serem indelicadas e até mal educadas. Pensam que é a liberdade de expresão que lhes dá esse direito, mas estão muito enganadas, podem até ser processadas por insulto. Admiro a diplomacia com que tratou este assunto, e só por isso, cada vez gosto mais de si. O meu bem-haja.

  10. Hola Katia. Creo que soy la unica italiana de tu blog pero espero que te gusta lo mismo que te sigo aunque si no siempre te dejo comentarios porque no sé escribir en portugués. Lo que quiero decirte es que soy como tù, y puedo no ser portuguesa pero la familia no se toca! Como dices también en tu canciòn tienes sangre latina y esto no pasa de un dia al otro. La familia, sobre todo la come la tuja, tan unida siempre la ven como amenaza porque ellos simplemente no tienen lo que tienes tù. Tù tienes una familia tan linda, tan unida. Siempre estais el uno per el otro y esto la gente no lo entiende porque simplemente no tiene una familia asì y prefieren ofender, decir mentiras y mierda sobre los otros que ver si mismo. Para mi la mejor cosa es ignorar gente asì que no merece que les leas y tener tu pensamientos. Lo sé que da molestia y una persona se cansa de permanecer en silencio siempre pero asì se dan gusto a continuar con sus insultos inutil como sus vida. Creenme a mi tu con tu familia me gustais muchisimo, sois un ejemplo de seguir. Mucha suerte en tu carrera y en tus projectos Katiusha :* Te Admiro muchisimo guapa :* Besitos a la family ^_^ ♥

  11. Outra vez a atacarem-vos! O que foi agora? Francamente só pode ser por inveja! Bjs

  12. Concordo planamente essas pessoas sao parvas estupidas.
    Infelizmente é so inveja.
    Mas passa a frente sao pessoas que nao valem a pena.
    Bj ♡

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *