O que seria das mães sem a ajuda dos avós!

Meus caros leitores, hoje venho-vos falar um bocadinho dos pensamentos que uma mãe tem quando vê os filhotes e os sobrinhos tão contentes por verem a avó…

Vocês sabem que a família Aveiro é unha com carne, o nosso amor é infinito!! Sem a minha família eu não seria nada, e a minha mãe é um dos pilares da minha vida… das nossas vidas!!!

Depois de eu própria me ter tornado mãe, então, percebi mesmo a importância que ela tem para nós!!12558875_180118905679806_1876893408_n

A D. Dolores é mesmo uma mãe cheia de coragem e, agora, é também uma avó espectacular, com netinhos que a adoram!! Os miúdos ficam doidos quando sabem que vão estar com ela e ouvir as histórias que ela conta…

Acho que a maioria das pessoas que foram pais ou mães sabe o valor de ter os avós por perto, a grande ajuda e a dedicação extrema que têm. É um amor que dá gosto ver!!!

Os sacrifícios que ela fez por todos nós são uma verdadeira lição para toda a família, e a sua ajuda continua a ser fundamental na minha vida!! A minha mãezinha querida é uma guerreira que nunca baixou os braços na vida dela e forma como nos criou é exemplo disso.

Eu costumo sempre dizer que se tivemos uma vida pobre em coisas materiais, amor nunca nos faltou e fomos sempre uma família feliz com menos ou com mais!!

O seu exemplo é muito importante para mim!! Se hoje me posso considerar uma boa mãe, sempre com o bem estar dos meus meninos na minha cabeça, é porque tive o exemplo maravilhoso da D. Dolores… E a sua ajuda com os miúdos nunca me faltou.12393949_1781567008737166_106940548_n

Mesmo crescida ainda fico feliz por saber que vou comer os seus cozinhados sempre tão bons ou poder passar um bocadinho com ela. O colo da nossa mãe é sempre o melhor, é ou não é?!

Os avós são mesmo uma parte importante na vida dos nossos filhos e dói-me muito não ter cá o meu pai para os ver crescer… Ele era um homem alegre e o rei da festa e custa-me não poder fazer as patuscadas de que ele tanto gostava e que os netos também iam adorar de participar…

Deus levou-o demasiado cedo das nossas vidas, é verdade!! Mas ele continua na nossa memória e é quando estamos em família, avó, filhos, netos, irmãos e primos, que o relembramos e honramos o homem que ele era.

Desejo um bom fim-de-semana aos mais leitores, rodeados por aqueles que mais amam…

Beijos, KA

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *